Arquivo

Archive for Fevereiro, 2013

II Domingo da Quaresma C

Fevereiro 23, 2013 Deixe um comentário

A presença de Deus na tua vida é uma certeza que precisas de alimentar todos os dias. Se o não fizeres, ficará cada vez mais longe de Deus, sentirás sempre menos a Sua presença e poderá chegar o momento em que te experimentas completamente perdido de Deus.

Na certeza de que Deus nunca está longe de ti, pede-Lhe a graça de não te afastares d’Ele e com este pedido começa a tua semana de oração.

COM JESUS, SUBIMOS AO CUME

Fevereiro 23, 2013 Deixe um comentário

As leituras deste domingo convidam-nos a refletir sobre a nossa “transfiguração”, a nossa conversão à vida nova de Deus; nesse sentido, são-nos apresentadas algumas pistas.

A primeira leitura apresenta-nos Abraão, o modelo do crente. Com Abraão, somos convidados a “acreditar”, isto é, a uma atitude de confiança total, de aceitação radical, de entrega plena aos desígnios desse Deus que não falha e é sempre fiel às promessas.

A segunda leitura convida-nos a renunciar a essa atitude de orgulho, de autossuficiência e de triunfalismo, resultantes do cumprimento de ritos externos; a nossa transfiguração resulta de uma verdadeira conversão do coração, construída dia a dia sob o signo da cruz, isto é, do amor e da entrega da vida.

O Evangelho apresenta-nos Jesus, o Filho amado do Pai, cujo êxodo (a morte na cruz) concretiza a nossa libertação. O projecto libertador de Deus em Jesus não se realiza através de esquemas de poder e de triunfo, mas através da entrega da vida e do amor que se dá até à morte. É esse o caminho que nos conduz, a nós também, à transfiguração em Homens Novos.

Marcador da Palavra – semana I da Quaresma

Fevereiro 16, 2013 Deixe um comentário

Há 4 anos surgiu nas nossas paróquias esta folhinha “MARCADOR DA PALAVRA”.

Agradecendo ao Senhor o espaço da internet “Passo a Rezar” onde fomos buscar inspiração, agradecendo ao nosso Pároco, P. Batalha, a sua disponibilidade interior para forjar novas ideias, e agradecendo sobretudo o facto de estes minutos de oração permitirem o encontro com Deus a tantos de nós, se te parecer bem, une-te ao nosso louvor e começa por aqui a tua oração.

Marcador da Palavra para a 1.ª Semana da Quaresma

Domingo I da Quaresma

Fevereiro 16, 2013 Deixe um comentário

Antes de iniciar o Seu ministério público, o Senhor retirou-se para o silêncio do deserto e ali permaneceu algum tempo em jejum e oração, tendo sido tentado pelo demónio.

A sua atitude é um exemplo para nós que, na vida, também nos confrontamos com decisões difíceis. Se queremos estar preparados para vencer a luta que ela nos impõe, precisamos de orar numa atitude de silêncio, como Jesus, de forma a vencermos as múltiplas tentações a que na vida estamos sujeitos.

É nesta disposição que pedimos ao Senhor que este tempo quaresmal nos proporcione uma caminhada através da escuta da Palavra de Deus e da oração, de forma a chegarmos preparados à celebração da Páscoa de Cristo.

O DESERTO é lugar de encontro com Deus e contigo mesmo

Fevereiro 13, 2013 Deixe um comentário

No início da Quaresma, a Palavra de Deus apela a repensar as nossas opções de vida e a tomar consciência dessas “tentações” que nos impedem de renascer para a vida nova, para a vida de Deus.

A primeira leitura convida-nos a eliminar os falsos deuses em quem às vezes apostamos tudo e a fazer de Deus a nossa referência fundamental. Alerta-nos, na mesma lógica, contra a tentação do orgulho e da autossuficiência, que nos levam a caminhos de egoísmo e de desumanidade, de desgraça e de morte.

O Evangelho apresenta-nos uma catequese sobre as opções de Jesus. Lucas sugere que Jesus recusou radicalmente um caminho de materialismo, de poder, de êxito fácil, pois o plano de Deus não passava pelo egoísmo, mas pela partilha; não passava pelo autoritarismo, mas pelo serviço; não passava por manifestações espectaculares que impressionam as massas, mas por uma proposta de vida plena, apresentada com simplicidade e amor. É claro que é esse caminho que é sugerido aos que seguem Jesus.

A segunda leitura convida-nos a prescindir de uma atitude arrogante e auto-suficiente em relação à salvação que Deus nos oferece: a salvação não é uma conquista nossa, mas um dom gratuito de Deus. É preciso, pois, “converter-se” a Jesus, isto é, reconhecê-l’O como o “Senhor” e acolher no coração a salvação que, em Jesus, Deus nos propõe.

TEM COMPAIXÃO DE MIM

Fevereiro 13, 2013 Deixe um comentário

Penso nas Cinzas como aquilo que sou, se me pretendo afirmar por mim próprio, alguém sem consistência nem poder, incapaz de vencer a passagem do tempo e a ruína da morte. Penso nas cinzas como aquilo que sou, mas estou a chamado a deixar de ser, basta que me confie a Deus e ao seu amor para encontrar a consistência da eternidade.

«Tem compaixão de mim, ó Deus, pela tua bondade; pela tua grande misericórdia, apaga o meu pecado.» (Salmo 51, 3)

Marcador da Palavra

Fevereiro 9, 2013 Deixe um comentário

Por breves instantes interroga o teu coração.

Procura entender até que ponto estás disponível para receber a presença de Deus e a sua Palavra.

Não te angusties se sentires que a resposta é negativa, que te sentes fechado nas tuas preocupações ou nos teus sofrimentos.

Entrega o teu coração, assim fechado, ao Senhor e deixa-O realizar as maravilhas que só o amor consegue.

Em paz contigo começa a tua semana de oração.

Marcador da Palavra

DEIXARAM TUDO E SEGUIRAM JESUS

Fevereiro 9, 2013 Deixe um comentário

Nos dois últimos Domingos estivemos com Jesus na sinagoga de Nazaré. Ouvimo-l’O proclamar a Palavra de Deus e apresentar-Se a Si mesmo como o cumprimento dessa Palavra. Vimos que a assembleia rapidamente passou do deslumbramento à ira, como que antecipando os acontecimentos de Jerusalém, que culminaram na Páscoa do Senhor.

Hoje, vamos escutar o modo como Jesus chama os primeiros discípulos para a abundância do Seu amor. É gente humilde mas corajosa, que se deixa fascinar por Ele e experimenta n’Ele simultaneamente a proximidade e a distância, a semelhança e a diferença. Pescadores de homens.

Também consciente da sua condição humana, esmagado pela incapacidade, Isaías vê Deus manifestar-Se-lhe em todo o Seu esplendor. Ao convite responde com o seu incondicional “eis-me aqui” – ser apóstolo é colaborar com a graça de Deus no anúncio do Evangelho, como nos lembra S. Paulo.

JESUS QUER DEITAR AS REDES CONNOSCO

Fevereiro 9, 2013 Deixe um comentário

A liturgia deste domingo leva-nos a refletir sobre a nossa vocação: somos todos chamados por Deus e d’Ele recebemos uma missão para o mundo.

Na primeira leitura, encontramos a descrição plástica do chamamento de um profeta – Isaías. De uma forma simples e questionadora, apresenta-se o modelo de um homem que é sensível aos apelos de Deus e que tem a coragem de aceitar ser enviado.

No Evangelho, Lucas apresenta um grupo de discípulos que partilharam a barca com Jesus, que acolheram as propostas de Jesus, que souberam reconhecê-l’O como seu “Senhor”, que aceitaram o convite para ser “pescadores de homens” e que deixaram tudo para seguir Jesus… Neste quadro, reconhecemos o caminho que os cristãos são chamados a percorrer.

A segunda leitura propõe-nos reflectir sobre a ressurreição: trata-se de uma realidade que deve dar forma à vida do discípulo e levá-lo a enfrentar sem medo as forças da injustiça e da morte. Com a sua ação libertadora – que continua a ação de Jesus e que renova os homens e o mundo – o discípulo sabe que está a dar testemunho da ressurreição de Cristo.