Archive

Archive for Dezembro, 2011

ALEGRAI-VOS ! NASCEU JESUS, O SALVADOR !

Dezembro 24, 2011 Deixe um comentário

Hoje nasceu Jesus !

Hoje apareceu o nosso Salvador !

Hoje nasceu para nós verdadeira Paz.

Acorrei todos à FESTA

de Jesus, Filho de Deus humanado!

Alegremo-nos !

Rejubilemos de alegria !

Atiremos fora a tristeza !… Façamos Festa

no mais íntimo dos nossos corações,

com as famílias e com todos os homens nossos irmãos.

Não pode haver tristeza no dia em que nasce a Vida

que nos infunde a alegria da eternidade prometida.

Ao chegar o tempo

Deus enviou o Seu Filho

que assumiu a nossa natureza

para a reconciliar com o seu Criador.

Demos graças a Deus Pai,

Por meio do Seu Filho, no Espírito Santo.

AMEN !

ALELUIA ! ALELUIA ! ALELUIA !

Glória a Deus nas alturas !

Paz na terra aos homens por Ele amados!

Um Natal feliz para todos !

MARCADOR DA PALAVRA – Oitava do Natal

Dezembro 24, 2011 Deixe um comentário

«Pai, nas tuas mãos entrego o meu Espírito!», são as palavras de Jesus na Cruz; palavras que inspiram o oferecimento de Stº Estêvão, o primeiro mártir cristão que hoje celebramos.

O nascimento de Jesus e o martírio de Estêvão parecem realidades distantes; no entanto, a luz veio às trevas mas as trevas não a receberam.

Começa esta primeira semana no tempo de Natal pedindo ao Senhor a graça de acolheres a luz que se manifestou em Belém e a coragem de seres testemunha dessa luz, mesmo nas circunstâncias mais difíceis.

Marcador da Palavra – Oitava do_Natal

NATAL DO SENHOR – MISSA DO DIA

Dezembro 24, 2011 1 comentário

A liturgia deste dia convida-nos a contemplar o amor de Deus, manifestado na incarnação de Jesus… Ele é a “Palavra” que se fez pessoa e veio habitar no meio de nós, a fim de nos oferecer a vida em plenitude e nos elevar à dignidade de “filhos de Deus”.

A primeira leitura anuncia a chegada do Deus libertador. Ele é o rei que traz a paz e a salvação, proporcionando ao seu Povo uma era de felicidade sem fim. O profeta convida, pois, a substituir a tristeza pela alegria, o desalento pela esperança.

A segunda leitura apresenta, em traços largos, o plano salvador de Deus. Insiste, sobretudo, que esse projeto alcança o seu ponto mais alto com o envio de Jesus, a “Palavra” de Deus que os homens devem escutar e acolher.

O Evangelho desenvolve o tema esboçado na segunda leitura e apresenta a “Palavra” viva de Deus, tornada pessoa em Jesus. Sugere que a missão do Filho/”Palavra” é completar a criação primeira, eliminando tudo aquilo que se opõe à vida e criando condições para que nasça o Homem Novo, o homem da vida em plenitude, o homem que vive uma relação filial com Deus.

NATAL DO SENHOR – MISSA DA MEIA-NOITE

Dezembro 24, 2011 Deixe um comentário

A liturgia desta noite fala-nos de um Deus que ama os homens; por isso, não os deixa perdidos e abandonados a percorrer caminhos de sofrimento e de morte, mas envia “um menino” para lhes apresentar uma proposta de vida e de liberdade. Esse menino será “a luz” para o povo que andava nas trevas.

A primeira leitura anuncia a chegada de “um menino”, da descendência de David, dom de Deus ao seu Povo; esse “menino” eliminará a guerra, o ódio, o sofrimento e inaugurará uma era de alegria, de felicidade e de paz sem fim.

O Evangelho apresenta a realização da promessa profética: Jesus, o “menino de Belém”, é o Deus que vem ao encontro dos homens para lhes oferecer – sobretudo aos pobres e marginalizados – a salvação. A proposta que Ele traz não será uma proposta que Deus quer impor pela força; mas será uma proposta que Deus oferece ao homem com ternura e amor.

A segunda leitura lembra-nos as razões pelas quais devemos viver uma vida cristã autêntica e comprometida: porque Deus nos ama verdadeiramente; porque este mundo não é a nossa morada permanente e os valores deste mundo são passageiros; porque, comprometidos e identificados com Cristo, devemos realizar as obras d’Ele.

MARCADOR DA PALAVRA – 4.ª SEMANA DO ADVENTO

Dezembro 17, 2011 Deixe um comentário

Onde quer que estejamos e o que quer que façamos, procuremos recolher a nossa atenção no coração para tomarmos consciência de como chega até nós uma “escada” que desce do céu.

Nenhum trabalho nem espaço onde vivemos e agimos está fechado à visita do Senhor.

Por isso, digamos: «Senhor, vem visitar-nos!»

Marcador_da Palavra para a 4.ª semana do Advento

ABERTOS PARA RECEBER O DOM

Dezembro 17, 2011 Deixe um comentário

A liturgia deste último Domingo do Advento refere-se repetidamente ao projeto de vida plena e de salvação definitiva que Deus tem para oferecer aos homens. Esse projeto, anunciado já no Antigo Testamento, torna-se uma realidade concreta, tangível e plena com a Incarnação de Jesus.

A primeira leitura apresenta a “promessa” de Deus a David. Deus anuncia, pela boca do profeta Natã, que nunca abandonará o seu Povo nem desistirá de o conduzir ao encontro da felicidade e da realização plenas. A “promessa” de Deus irá concretizar-se num “filho” de David, através do qual Deus oferecerá ao seu Povo a estabilidade, a segurança, a paz, a abundância, a fecundidade, a felicidade sem fim.

A segunda leitura chama a esse projeto de salvação, preparado por Deus desde sempre, o “mistério”; e, sobretudo, garante que esse projecto se manifestou, em Jesus, a todos os povos, a fim de que a humanidade inteira integre a família de Deus.

O Evangelho refere-se ao momento em que Jesus encarna na história dos homens, a fim de lhes trazer a salvação e a vida definitivas. Mostra como a concretização do projeto de Deus só é possível quando os homens e as mulheres que Ele chama aceitam dizer “sim” ao projeto de Deus, acolher Jesus e apresentá-l’O ao mundo.

MARCADOR DA PALAVRA – 3.ª SEMANA DO ADVENTO

Dezembro 10, 2011 Deixe um comentário

Deixa crescer em ti o desejo de contemplar o rosto do Senhor. Acolhe com gratidão os sinais da Sua presença. Por momentos, deixa as preocupações do teu dia, abandona-te nas mãos de Deus. Acredita no teu coração que o Reino do Senhor está aí, está no teu interior. Acredita na bondade d’Aquele que vai nascer para ti. Os minutos diários de oração são para o Senhor. Deixa que seja Ele a ensinar-te os caminhos da tua oração.

Marcador da Palavra – 3.ª semana do_Advento, ano B

Orações – Coroa do Advento

A ALEGRIA DE UMA PRESENÇA

Dezembro 10, 2011 Deixe um comentário

As leituras do 3.º Domingo do Advento garantem-nos que Deus tem um projeto de salvação e de vida plena para propor aos homens e para os fazer passar das “trevas” à “luz”.

Na primeira leitura, um profeta pós-exílico apresenta-se aos habitantes de Jerusalém com uma “boa nova” de Deus. A missão deste “profeta”, ungido pelo Espírito, é anunciar um tempo novo, de vida plena e de felicidade sem fim, um tempo de salvação que Deus vai oferecer aos “pobres”.

O Evangelho apresenta-nos João Batista, a “voz” que prepara os homens para acolher Jesus, a “luz” do mundo. O objetivo de João não é centrar sobre si próprio o foco da atenção pública; ele está apenas interessado em levar os seus interlocutores a acolher e a “conhecer” Jesus, “aquele” que o Pai enviou com uma proposta de vida definitiva e de liberdade plena para os homens.

Na segunda leitura, Paulo explica aos cristãos da comunidade de Tessalónica a atitude que é preciso assumir enquanto se espera o Senhor que vem… Paulo pede-lhes que sejam uma comunidade “santa” e irrepreensível, isto é, que vivam alegres, em atitude de louvor e de adoração, abertos aos dons do Espírito e aos desafios de Deus.

MARCADOR DA PALAVRA – 2.ª Semana do Advento

Dezembro 3, 2011 Deixe um comentário

Vais iniciar a 2.ª semana do Advento preparando o teu coração para celebrar o Natal de Jesus.

Deixa-te guiar pelo Espírito de Deus; Ele irá mostrar-te o caminho da vida em plenitude e poderás gozar a alegria plena de viver na Sua presença.

Acolhe o Espírito que reza em ti e começa a tua semana de oração.

Marcador da Palavra para a 2.ª semana do Advento – ano B

APLANAR CAMINHOS – os nossos gastos supérfluos provocam a fome dos outros

Dezembro 3, 2011 1 comentário

A liturgia do segundo domingo de Advento constitui um veemente apelo ao reencontro do homem com Deus, à conversão. Por sua parte, Deus está sempre disposto a oferecer ao homem um mundo novo de liberdade, de justiça e de paz; mas esse mundo só se tornará uma realidade quando o homem aceitar reformar o seu coração, abrindo-o aos valores de Deus.

Na primeira leitura, um profeta anónimo da época do Exílio garante aos exilados a fidelidade de Jahwéh e a sua vontade de conduzir o Povo – através de um caminho fácil e direito – em direcção à terra da liberdade e da paz. Ao Povo, por sua vez, é pedido que dispa os seus hábitos de comodismo, de egoísmo e de auto-suficiência e aceite, outra vez, confrontar-se com os desafios de Deus.

No Evangelho, João Baptista convida os seus contemporâneos (e, claro, os homens de todas as épocas) a acolher o Messias libertador. A missão do Messias – diz João – será oferecer a todos os homens esse Espírito de Deus que gera vida nova e permite ao homem viver numa dinâmica de amor e de liberdade. No entanto, só poderá estar aberto à proposta do Messias quem tiver percorrido um autêntico caminho de conversão, de transformação, de mudança de vida e de mentalidade.

A segunda leitura aponta para a parusia, a segunda vinda de Jesus. Convida-nos à vigilância – isto é, a vivermos dia a dia de acordo com os ensinamentos de Jesus, empenhando-nos na transformação do mundo e na construção do Reino. Se os crentes pautarem a sua vida por esta dinâmica de contínua conversão, encontrarão no final da sua caminhada terrena “os novos céus e a nova terra onde habita a justiça”.