Archive

Archive for Agosto, 2011

MARCADOR DA SEMANA

Agosto 6, 2011 Deixe um comentário

Onde quer que estejas, Deus está contigo. Toma consciência desta presença e da graça que é poderes ficar uns minutos em diálogo com Ele.

Entrega-te, confiadamente, nas mãos de Deus, abandona todas as resistências e diz-lhe: «Procuro, Senhor, a Tua face, e sei que não me deixarás confundido».

Na certeza de seres acolhido por Deus, começa a tua oração diária.

Marcador da Palavra para a Semana 19 do_Tempo_Comum_- Ano A

JESUS ESTÁ SEMPRE CONNOSCO

Agosto 4, 2011 Deixe um comentário

A liturgia do 19º Domingo do Tempo Comum tem como tema fundamental a revelação de Deus. Fala-nos de um Deus apostado em percorrer, de braço dado com os homens, os caminhos da história.

A primeira leitura convida os crentes a regressarem às origens da sua fé e do seu compromisso, a fazerem uma peregrinação ao encontro do Deus da comunhão e da Aliança; e garante que o crente não encontra esse Deus nas manifestações espectaculares, mas na humildade, na simplicidade, na interioridade.

O Evangelho apresenta-nos uma reflexão sobre a caminhada histórica dos discípulos, enviados à “outra margem” a propor aos homens o banquete do Reino. Nessa “viagem”, a comunidade do Reino não está sozinha, à mercê das forças da morte: em Jesus, o Deus do amor e da comunhão vem ao encontro dos discípulos, estende-lhes a mão, dá-lhes a força para vencer a adversidade, a desilusão, a hostilidade do mundo. Os discípulos são convidados a reconhecê-l’O, a acolhê-l’O e a aceitá-l’O como “o Senhor”.

A segunda leitura sugere que esse Deus, apostado em vir ao encontro dos homens e em revelar-lhes o seu rosto de amor e de bondade, tem uma proposta de salvação que oferece a todos. Convida-nos a estarmos atentos às manifestações desse Deus e a não perdermos as oportunidades de salvação que Ele nos oferece.

ESCUTA PARA SERVIR

Agosto 4, 2011 Deixe um comentário

Os meses de julho e agosto são um tempo forte para a formação da juventude. Vejo muitos jovens em atividades educativas:

– 73 jovens estiveram na última semana Casa do Oeste em CFF/Campo de Formação e Férias;

– hoje começou um Acampamento ACANUC do Oeste com 1.700 escuteiros;

– 2.463 jovens da nossa Diocese estão a preparar-se para participar nas Jornadas Mundiais da Juventude em Madrid, onde se espera um milhão de jovens. A “JMJ” manifesta uma Igreja que se coloca ao serviço das jovens gerações.

– Mais: quantas dezenas de jovens que nesta altura fazem voluntariado missionário?……

Isto apenas para dar alguns exemplos, porque há muito mais que eu desconheço. Pára – Escuta – e Olha! Alerta para servir! Aprender a escutar para servir.

Porém, quero convidar-vos seguir o tema dos Escuteiros acampados no Pinhal da Carqueja: Escuta para servir. Aliás, dos mais de 28 milhões de Escuteiros no mundo, o seu lema é “Sempre prontos para servir”. O escutismo que Baden-Powell propôs é um sistema educativo que visa a formação humana, moral, intelectual e física, desde a infância. Baden-Powell foi ao encontro quer do espírito de aventura quer da vontade de integração e associação dos mais novos. Partindo daí, sugeriu-lhes metas positivas de crescimento pessoal e comunitário e desenvolveu-lhes o sentido da responsabilidade por si e pelos outros, bem como o gosto pela vida ao ar livre e em grupo. E na sua última mensagem deixou registada a alma do escutismo: “Creio que Deus nos colocou neste mundo encantador para sermos felizes e apreciarmos a vida. A felicidade não vem da riqueza, nem simplesmente do êxito duma carreira, nem dos prazeres… Mas o melhor meio para alcançar a felicidade é contribuir para a felicidade dos outros. Procurai deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrastes e, quando chegar a vez de morrer, podeis morrer felizes sentindo que ao menos não desperdiçastes o tempo e fizestes todo o possível por praticar o bem… e Deus vos ajude a proceder assim”.

Este espírito está bem expresso nos dez princípios da lei dos escuteiros. O escuteiro assume-a quando faz a Promessa: “Prometo pela minha honra, e com a graça de Deus, fazer todo o possível por:

* cumprir os meus deveres para com Deus, a Igreja e a Pátria;

*auxiliar o meu semelhante em todas as circunstâncias;

* obedecer à lei do escuta”. A “B.A.” = Bê A), a Boa Ação diária implica gestos de ajuda humanitária.

Escuta para servir”.

Escuta a Deus na Sua Palavra e no teu coração. Escuta os outros quando te falam e não lhe vires as costas. Aprende com Maria, Mãe de Jesus: “Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa Palavra” Pensa no exemplo de Madre Teresa de Calcutá. Este é o espírito escutista que é o básico de todo o cristão que se preze. Estar atentos para ser úteis: Valorizando a estima por si e pelos outros, aproximando-se em especial dos mais fracos, sendo solidários, acolhendo e indo ao encontro, dando as mãos aos que querem o bem dos outros e com eles ajudar a mudar o mundo e a vida, procurando deixar o mundo um pouco melhor. Escutar para servir !

P. Batalha