Início > Liturgia > INCLINANDO A CABEÇA DEU-NOS O ESPÍRITO

INCLINANDO A CABEÇA DEU-NOS O ESPÍRITO

Sexta-feira Santa da Paixão do Senhor

Foste Tu, Senhor, que sofreste a morte para que eu viva!

Tal pode ser o nosso grito, neste dia em que fazemos memória do processo de Jeus, da sua via-sacra e da sua morte. A liturgia do Tríduo Pascal, na sua pedagogia, convida-nos, também a nós, a tomarmos o caminho do Calvário, a “passarmos” com Ele. Com os olhos fixos em Jesus, entremos nesse grande combate da morte pela Vida, a do Ressuscitado.

Este mistério vivido por Cristo há dois mil anos, ainda hoje se desenrola diante dos nossos olhos, através dos que sofrem a fome, a guerra, a doença…

A liturgia da Palavra iniciada com a oração silenciosa, seguida de uma coleta, com as preces dos fiéis, tem a forma original das primeiras Eucaristias. A ORAÇÃO DOS FIÉIS hoje tem um relevo especial. Com toda a devoção, pomos aos pés da CRUZ a humanidade inteira.

O rito de adoração da Cruz vem de Jerusalém, séc. IV. Em Roma celebrava-se uma procissão com a relíquia da “Verdadeira Cruz”, que ia da basílica de Latrão à basílica da “Santa Cruz de Jerusalém”, na qual o Papa ia descalço durante todo o trajeto. A adoração de hoje converte-se num sacramento amável.

O jejum de Sexta-feira Santa é o mais riguroso do ano, já que é um dia inclusive “sem Eucarista”. Comungamos do Pão consagrado  na Quinta-feira Santa.

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s