Início > Liturgia > REZAR COM A PALAVRA – 28ª Semana do Tempo Comum

REZAR COM A PALAVRA – 28ª Semana do Tempo Comum

Marcador da Palavra.doc

Já pensaste quantas vezes te lembras de bem-dizer o Senhor? Bem-dizer, ou seja, dizer bem do teu Deus, louvar o bem que Ele faz na tua vida, na vida dos teus, no mundo à tua volta. Começa sempre a tua oração nesta atitude de dizer bem de Deus e procura que o teu bem-dizer tenha razões concretas: esta pessoa, aquele acontecimento e, sobretudo, o próprio Deus, porque Ele é o Deus da tua vida.

2ª feira, 11/OutubroGálatas 4, 22-31 – 5, 1

S. Paulo faz uma comparação daquelas duas mulheres (uma que gerou na escravidão e outra, na liberdade) com a nossa vida: foi para a verdadeira liberdade que Cristo nos libertou. A quem vive na escravidão, Cristo convida para a verdadeira liberdade. O que me escraviza? Que medos, situações, relações, não me deixam ser livre?

3ª feira, 12/OutubroLucas 11, 37-41

É fácil cair numa religiosidade de ritos exteriores, vazios por dentro, sem lugar para o coração, sem relação pessoal com Deus. Jesus alerta para isso. Põe-te no lugar do fariseu e recebe Jesus em tua casa; deixa-O entrar no teu interior, fala com Ele como com um amigo: Como tem sido a tua relação com Jesus? Construída apenas com ritos exteriores, ou cheia de momentos de encontro e de intimidade?

4ª feira, 13/OutubroLucas 11, 42-46

Jesus é muito crítico com os fariseus e doutores da Lei. Acusa-os de falsidade porque cumprem a Lei mas passam ao lado da justiça e do amor e, tudo isto, numa atitude de ostentação. Estas palavras de Jesus tocam-me de alguma maneira?

5ª feira, 14/OutubroEfésios 1, 1-10

Nesta carta, S. Paulo parece explodir de alegria e paz por tudo o que Deus fez por nós através de Jesus Cristo. Nele Deus nos abençoou com toda a espécie de bens espirituais. Quais são as graças que eu hoje Lhe quero agradecer?

6ª feira, 15/Outubro – Lucas 12, 1-7

É difícil assumir a nossa fé e os seus valores. A sociedade oferece-nos outros caminhos muito diferentes dos propostos por Jesus. É preciso coerência e coragem para ser cristão no dia-a-dia. Em que realidade da minha vida preciso demonstrar mais claramente que sou cristão?

Sábado, 16/Outubro – Salmo 8, 2-7

Todos fazemos, de um modo ou de outro, a experiência da oração que não encontra resposta. Oração batida pelo vento seco e frio do Inverno. Quando a solidão nos atinge, mesmo se rodeados por aqueles que mais amamos, seria bom se pudesse ouvir a Tua voz, se visse o Teu rosto, se sentisse a Tua presença. Se te encontrar nessa desolação de quem procura e nada encontra, deixa-te ficar, persiste na estrada longa e poeirenta, a seu tempo, ela há-de conduzir-te à Casa do Pai.

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s