Início > Editorial > MISSÃO E VOCAÇÕES !

MISSÃO E VOCAÇÕES !

Ser cristão é ser missionário; se o cristão não é missionário, é porque está a faltar à sua vocação. Quem quer ser baptizado é porque quer seguir Jesus Cristo, ser testemunha d’ Ele, ser missionário. Quem quer ser crismado é por que decidiu ser missionário mais empenhado na sua vida quotidiana. Ser crismado para ser padrinho é para prestar uma ajuda nos primeiros passos do compromisso cristão dos afilhados e a sua vida possa servir de modelo aos afilhados. Porque se um padrinho não cuida de viver a sério a sua vida cristã, não pode ajudar nem servir de exemplo ao afilhado.

A vocação baptismal é missionária.

É nesta vocação primeira que assentam as vocações de serviço e consagração, tão necessárias no mundo e na Igreja.

Numa sociedade que preza tanto o ter, em que parece campear a aspiração sempre renovada do bem-estar e conforto, que tão frequentemente se deixa fascinar pelo luxo, em contraste directo com gritantes misérias, o desenvolvimento, a partilha e a solidariedade, são desafios para todos.

As tarefas da Igreja e na Igreja são múltiplas: do ministério aos serviços simples e escondidos e aos trabalhos que exigem cultura, junto de pessoas em diversas condições; mas sempre próximos das pessoas. Por isso, o Espírito tem suscitado muitas iniciativas para responder aos vários apelos e necessidades dos tempos e lugares; e o primeiro meio e caminho mais eficaz na missão é o testemunho de vida. E uma exigência do testemunho passa pelas vocações de consagração, nomeadamente, a sacerdotal para a proclamação do anúncio da Salvação de Cristo Jesus que há-de ser sentido, como disse Pedro: “Não podemos deixar de falar”, para lançar a semente da Verdade e do Bem, envolvendo a escuta da Palavra de Deus com meditação e oração.

A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos”. Este apelo é para todos os que neste problema estão implicados – e é afinal todo o Povo de Deus – a dedicarem toda a boa vontade ao campo das vocações: pela oração insistente, pelo exemplo, sobretudo da parte dos já escolhidos, e nas famílias e escolas.

A vós jovens se propõe que definam um ideal, amai a vida e dai-lhe uma finalidade nobre. Deveis, por isso, falar muito a Deus dos homens para depois poderdes falar aos homens de Deus. Digo-vos: “há três ‘muitos’ que recompensam outros três: muito estudo, muita ciência; muita reflexão, muita sabedoria; muita virtude, muita paz”.

Cristo Ressuscitado também nos chama, dizendo-nos: “Sereis minhas testemunhas!”; e olhai para tantos que nos precederam com o seu exemplo. Coragem!

P. Batalha

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s