Arquivo

Archive for Dezembro, 2009

CADA DIA DO ANO PODEREMOS “VER E OUVIR”

Dezembro 31, 2009 Deixe um comentário

E os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham visto e ouvido, conforme lhes fora anunciado“. (cf. Mt. 2, 16-21)

Neste dia, a liturgia coloca-nos diante de evocações diversas, ainda que todas importantes. Celebra-se, em primeiro lugar, a Solenidade da Mãe de Deus: somos convidados a olhar a figura de Maria, aquela que, com o seu sim ao projecto de Deus, nos ofereceu a figura de Jesus, o nosso libertador. Celebra-se, em segundo lugar, o Dia Mundial da Paz: em 1968, o Papa Paulo VI quis que, neste dia, os cristãos rezassem pela paz. Celebra-se, finalmente, o primeiro dia do ano civil: é o início de uma caminhada percorrida de mãos dadas com esse Deus que nunca nos deixa, mas que em cada dia nos cumula da sua bênção e nos oferece a vida em plenitude. As leituras de hoje exploram, portanto, diversas coordenadas. Elas têm a ver com esta multiplicidade de evocações.

Na primeira leitura, sublinha-se a dimensão da presença contínua de Deus na nossa caminhada, como bênção que nos proporciona a vida em plenitude.

Na segunda leitura, a liturgia evoca outra vez o amor de Deus, que enviou o seu “Filho” ao nosso encontro, a fim de nos libertar da escravidão da Lei e nos tornar seus “filhos”. É nessa situação privilegiada de “filhos” livres e amados que podemos dirigirnos a Deus e chamar-lhe “papá”.

O Evangelho mostra como a chegada do projecto libertador de Deus (que veio ao nosso encontro em Jesus) provoca alegria e contentamento por parte daqueles que não têm outra possibilidade de acesso à salvação: os pobres e os débeis. Convidanos, também, a louvar a Deus pelo seu cuidado e amor e a testemunhar a libertação de Deus aos homens. Maria, a mulher que proporcionou o nosso encontro com Jesus, é o modelo do crente que é sensível ao projecto de Deus, que sabe ler os seus sinais na história, que aceita acolher a proposta de Deus no coração e que colabora com Deus na concretização do projecto divino de salvação para o mundo.

DIA DA FAMÍLIA

Dezembro 26, 2009 Deixe um comentário

Começámos o novo ano litúrgico com um horizonte: “Jesus Cristo, minha Fé, minha Esperança” e eis-nos a celebrar o Natal do Verbo, do Emanuel, do Deus que incarnou a nossa humanidade e que se manifestou em Jesus Cristo.O sonho da escada de Jacob é um prenúncio da vinda do Messias. O sonho de Jacob desvendou-se no Natal de Jesus. Foi Ele que desceu à nossa humanidade e nasceu na Gruta de Belém, no seio de uma família, a de Maria e José.

A família de Jesus é um modelo de referência para todas as famílias.

Em tempos difíceis e conturbados é sempre bom ter modelos de referência em quem nos inspirar e fortalecer. A família de Jesus sempre serviu de exemplo a ser seguido por todas as famílias cristãs. O presépio de Belém e a casa de Nazaré, contemplemos aí os valores necessários à felicidade humana e salvação divina. Ela é humilde, protectora, fiel, pacífica, acolhedora e muito mais. Busquemos na família de Nazaré os ensinamentos de que precisamos para unir e fortalecer a nossa família.

Felizes os que seguem os seus caminhos.

Há quem queira alterar a família que é espaço social onde a vida nasce, cresce e se desenvolve até à plenitude da felicidade na vida de todos os seus membros.

Sem dúvida que em poucas instituições, como na família, terá havido tantas mudanças, muitas delas totalmente imprevisíveis. Em muitas famílias as coisas não foram como se esperava. Quanto sofrimento !? Caem esquemas  antiquados, mudam algumas funções, mas a família mantém-se como um dos valores mais apreciados.

A evolução da instituição familiar, com a sua problemática nos fez descobrir que o mais importante na família não é que tudo corra bem, que se respeitem todas as normas consideradas fundamentais. O mais importante é que amemos sem esperar recompensa.

Seria bom que, tanto a família natural, como a comunidade cristã, estivessem unidas  pelo amor, pelo respeito e pela  complementaridade.  

A família é um dom, mas também um projecto e um espaço onde trabalhar. Sustenta a pessoa na realidade mais profunda. Abarca-a em todas as dimensões físicas e espirituais. Acompanha-a em todos os momentos, desde o nascimento até à morte. Nela se aprende a encher a vida de sentido. É o melhor espaço para o amadurecimento. A família é “uma escola do mais rico humanismo” e “constitui  o fundamento da sociedade”. A família é aquilo que há de mais humano, talvez a maior fonte de humanidade que existe. Se alguém não for moldado saudavelmente na oficina da família, provavelmente sentirá falhas na estrutura da sua personalidade.

Ninguém ignora que há famílias em que em vez de amor, há gelo; em vez de alegria, há angústia; em vez de libertação, há opressão; e em vez de um lar, há uma pensão… Todos sabemos de famílias que não educam para a solidariedade, mas para as injustiça e para os privilégios; que não educam para a responsabilidade, mas para o comodismo. Todos conhecemos famílias que não aprenderam a partilhar, mas a consumir; que não aprenderam a dialogar, mas a gritar; que não aprenderam a rezar, mas a amaldiçoar.    

Família torna-te aquilo que és !              

P. Batalha

FESTA DE NATAL – CATEQUESE DE StªBÁRBARA

Dezembro 26, 2009 Deixe um comentário

Os pais das crianças da Catequese da Paróquia de Santa Bárbara, no início do ano, em reunião com o Pároco e Catequistas, combinaram realizar uma Festa de Natal, de forma a fazer interiorizar/marcar nas crianças a importância de JESUS, na nossa vida, e em especial o Mistério da Encarnação.

Apesar da noite fria,(vésperas do Natal do Deus-Menino), e da fraca audiência (pouco mais que os pais), a dinâmica e o conteúdo da mensagem transmitida foi sublime. Não sou de grandes euforias (tanto mais que, agora, com os meus 54 anos a tendência é para “acalmar”), mas fiquei comovido pela VIVÊNCIA da cena, quase me atrevia a dizer: CELEBRAÇÃO do Natal (não faltou o Menino Jesus verdadeiro!). Não foi “teatro”, nem representação, o que senti naqueles pais e crianças (quase todas as que frequentam os vários anos de Catequese da Marquiteira) que participaram nesta Festa. Seguramente, o propósito de deixar um “risco” na vida destes CRISTÃOS mais novos foi conseguido. Eu próprio que estava céptico quanto ao seu resultado, penitencio-me de ter duvidado (como S.Tomé!…). No meio da Festa, pois ela continuou com a partilha de presentes e de um pequeno lanche, que mais era jantar, pela hora e quantidade e variedade de comida que foi trazida, desafiei os presentes a PARTILHAR, na Eucaristia de Natal – como homília visual/de coração/vivência/de AMOR por JESUS, que se fez EMMANUEL por AMOR. PARABÉNS à Helena Silva, à Mónica e ao Daniel Martins, bem como aos pais que ajudaram e participaram neste Louvor a Deus.

Que a ALEGRIA, A PAZ e as BÊNÇÃOS do DEUS-MENINO estejam com todos!

F. Assis

É NATAL !

Dezembro 25, 2009 Deixe um comentário

Cristo nasceu em Belém e quer nascer no teu coração também !

Irmãos e amigos a graça de Deus que se fez Menino esteja convosco!

 Eu amo-vos a todos em Cristo Jesus ! Saúdo-vos a todos cordialmente !

Partilho convosco a alegria deste grande acontecimento: “O povo viu uma grande luz; a Palavra fez-se Homem… Um Menino nasceu para nós, um Filho nos foi dado!…!”.

Ele é o rei que traz a paz e a Salvação. O nosso coração humano é a porta por onde Ele quer entrar; porque entretanto Ele veio para o que era seu e muitos dos seus não O receberam. Não O querem receber. Apesar de tudo isso, vem. Porque Ele sabe que há quem O queira receber.   

Natal é sempre o encontro do Homem com Deus.

Neste dia contemplamos o “Presépio” nas nossas casas, nas nossas igrejas, nas nossas ruas, nas nossas paróquias e no mundo inteiro, reconstruindo o clima e o ambiente em que nasceu o Salvador. É a gruta com a manjedoura. Para chegarem à Sagrada Família, vemos pastores na noite do nascimento de Jesus e, mais tarde, será a vez de os Magos chegarem do Oriente distante, seguindo a estrela até ao lugar onde foi colocado o Redentor do Universo.

Nestes dias paramos para ver o Menino deitado nas palhinhas. Olhamos para sua Mãe e para S. José, guardião do Redentor, com quem o Menino, em Nazaré, iria crescer em sabedoria e em graça diante de Deus e dos homens, ganhando a vida com o suor do seu rosto. Contemplamos a Sagrada Família que nos confronta com as nossas famílias atribuladas com tantos problemas: divórcios, separações, e, agora, feridas com a aprovação de casamentos de homossexuais. Neste Natal, sentimos o apelo a defender e a reafirmar o direito da família, enquanto instituição fundada no casamento entre um homem e uma mulher, a ver reconhecida a sua identidade única e inconfundível com outras formas de convivência humana. Da Carta do Cardeal Patriarca: “Está em questão uma alteração grave da compreensão antropológica do casamento, da sua dimensão institucional baseada num acordo celebrado entre um homem e uma mulher, constituindo, assim, uma família, célula base da sociedade. Esta concepção … radica num elemento basilar da verdade da natureza.”.

Com Maria e José aprendamos a meditar tudo em nossos corações à Luz da Palavra de Deus, mais agora após a “Visitação da Palavra Peregrina

Descobrindo a riqueza, a beleza e o encanto do Natal, este alegre e fortaleça os nossos corações.

Queridos mais novos segui a estrela de Belém!… e vós mais jovens aprendei com Jesus a dialogar com os pais e os catequistas.

E a vós pais e adultos, reacendei na vossa família o dom da Fé que está em vós. Comunicai-a, superando o clima generalizado de desalento e de medo que pesa fortemente sobre a família e sobre a sua missão educativa da transmissão dos valores e, em especial, da Fé.

Imploro sobre vós e as vossas famílias as bênçãos de Deus para que vos confirme na alegria, no amor e na paz. Ámen ! Aleluia !

P. Batalha

A PALAVRA FEZ-SE CARNE

Dezembro 23, 2009 Deixe um comentário
Disseram-nos que queres voltar a nascer outra vez.
Estarás louco?
Mas não vês o que somos e o que fazemos?
E, apesar disso, Tu queres vir.
Já não sei se com o teu gesto teimoso de voltar em cada Natal
estás a pretender dizer-nos alguma coisa:
  • Que o céu está sempre aberto, que há estrelas para guiar os nossos passos?
  • Que há anjos humanos ao nosso lado, que nos podemos tornar ternos como crianças?
  • Que o mundo pode ser novo e que Deus é Pai e Mãe no nosso desconcerto?
  • Que nadamos em abundância enquanto há gente, irmãos nossos e teus, que sofrem fome de pão, de cultura, de carinho, de liberdade, de dignidade…?
  • Que temos uma mensagem que se chama Evangelho, que ainda não é Boa Nova para todos?
  • Que nos preocupamos muito connosco e nos justificamos dando esmola?
Se é assim, Jesus, vem às nossas casas neste Natal.
Vem à nossa cidade, vem ao nosso grupo, vem ao nosso mundo.
E vem, antes de mais, ao nosso coração.
                                Ulibarri, Fl.

MISSA DA NOITE

MISSA DO DIA

EUCARISTIA  DE  LA  NOCHE

EUCARISTIA    DEL    DIA

MASS   AT   MIDNIGHT

MASS   DURING   THE   DAY

NUIT   DE   NOËL

JOUR    DE    NOËL

MESSA  DELLA  NOTTE

MESSA  DEL  GIORNO

HEILIGER ABEND

A FESTA DA PALAVRA CONTINUA

Dezembro 20, 2009 Deixe um comentário
Jesus Cristo, nosso Senhor, nosso Salvador e Mestre de todos os homens e mulheres de todas as raças, de todas as cores, de todos os cantos da terra.
  
Pedimos-Te, Senhor nosso, que esta Festa da Palavra não termine aqui. Que ela continue nas nossas casas, na nossa família, na nossa vizinhança, na nossa escola, no nosso trabalho.
Aí é que a festa vai ser linda! Aí é que esta festa dará fruto de redenção!
Pedimos-Te também, que a Tua Igreja não fique pelas palmas e pela emoção.
O importante é que a Tua Palavra entre fundo no coração do Teu Povo. Penetre nas entranhas das nossas vidas. Crie raízes fortes até ao fundo da nossa alma.
 O importante, meu Deus, é que a Tua Igreja pegue na Tua Palavra e a faça vida na vida do teu Povo. Que abrace os grandes problemas humanos.
 
Jesus, Verbo de Deus, o importante é que a Tua Igreja acerte o passo com o passo que Tu nos mostraste, com o exemplo que Tu nos deixaste.
 Que a Palavra nos dê força para lutar contra todos os absurdos cometidos pela humanidade, contra todas as injustiças e opressões, contra a guerra que destrói os homens.
 Que a Palavra, nos dê a força que o Teu povo precisa para defender a PAZ e a concórdia.
 O Teu Povo, Senhor, precisa de paz:
Paz nas nossas vidas pessoais;
Paz nas nossas famílias;
Paz nos nossos trabalhos da terra e do mar;
Paz nas nossas escolas;
Paz na nossa rua e na nossa terra;
Paz nas nossas Paróquias;
Paz no mundo, Senhor, no Teu mundo, no mundo que Tu criaste e que nos deste para cuidar. Que sejamos responsáveis pela preservação do ambiente. Que os nossos estilos de vida sejam simples e respeitadores da Natureza. Deus nos pediu! Nós respondemos sim! Todo o mundo está a nosso cargo: os animais da terra, do mar e do ar, as plantas e as flores. Basta de poluição! Basta de destruição das nossas florestas e do nosso clima!
 
Cristo, Rei e Senhor do Universo:
Que o mundo seja um mundo de irmãos!
Basta de exploração e de escravidão!
Basta de senhores e de escravos!
Basta de corrupção e de mentiras!
Basta de pobreza e de miséria!
Basta de fome!
Basta de tanta morte pelas drogas!
 
Cristo, nosso Senhor!
  • Que a Tua Palavra seja a nossa força!
  • Que a Bíblia seja o lugar privilegiado para o Teu Povo se encontrar contigo e com a tua Vontade. Seja o lugar onde o teu povo vai encontrar sentido para a vida do dia a dia.
  • Que o teu povo faça um “CANTINHO” da Bíblia nas suas casas e que leia a Tua Palavra todos os dias, como também, todos os dias diz bom dia.
  • Que o Teu Povo, Senhor, se alimente também da Tua Palavra e queira participar na formação cristã que todos os anos aqui se promove: a ESCOLA PAROQUIAL.
  • Senhor, nosso Deus, aqueles que Te servem nas comissões das Igrejas, nos Conselhos Pastorais e Económicos, querem aprofundar mais a Tua Palavra. Por isso que haja uma prática regular da Leitura Orante da Palavra.
  • Que as famílias se juntem em grupo para rezar com a Tua Palavra.
 
Confiamos em Ti, Senhor, porque seguimos a Tua Palavra:
“Este é o meu Filho muito amado: escutai-O” (Mt 17, 5)
“O que dá testemunho destas coisas diz: Sim, Eu venho em breve! Ámen. Vem, Senhor Jesus!

A graça do Senhor Jesus seja com todos nós! Ámen!” (Ap 22, 20-21)

DIA DO TESTEMUNHO

Dezembro 20, 2009 Deixe um comentário

Hoje, foi o Dia do Testemunho. Foi o dia em que vimos que cada um de nós precisa dar testemunho da Palavra, de Jesus Cristo.

Amanhã, termina a Visitação.

  • 10:00 – Partida da Igreja Paroquial de Santa Bárbara, em procissão
  • 10:00 – Eucaristia de Encerramento da Visitação da Palavra Peregrina, presidida pelo Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, D. Anacleto Oliveira.

ANDOR DA PALAVRA PEREGRINA

Dezembro 19, 2009 Deixe um comentário

Perguntaram com apreço elogioso por quem pintou o “Andor” da “PALAVRA PEREGRINA”. Quem viu através da Internet, já veio elogiar a iniciativa e sobre o Andor diz que o pedestal é digno de ser publicado numa revista. Parabéns à nossa Sílvia, Catequista, que com o seu engenho e arte apresentou-nos uma obra maravilhosa para louvarmos, exaltarmos, apreciarmos e saborearmos a Palavra de Deus que veio ao nosso Encontro. Como alguém também me disse: “O pedestal do andor com os Evangelistas é mesmo ideia de quem é pastor. A evangelização faz-se com o anúncio, a proclamação do Evangelho. Os Evangelistas a envolverem “A Palavra” é mesmo uma bela ideia”. Podemos explicar que a ideia surgiu da pintura da igreja de Ribamar, o Pantocrátor – a figura de Cristo Glorioso (pintada pelo P. João Marcos), nascida da visão do profeta Ezequiel: “O Senhor é rei, revestiu-se de majestade. Revestiu-se e cingiu-se de poder. Firmou o universo, que não vacilará. É firme o vosso trono desde sempre. Vós existis desde toda a eternidade” (Sl.92). Cristo Jesus é a Palavra viva de Deus. Tem na mão o Evangelho que nos propõe: “Amai-vos uns aos outros”.

Este é o objectivo de toda a Visitação da “PALAVRA PEREGRINA”: levar à rua, ao meio ambiente, o anúncio de que quem nasce em Belém é a Palavra de Deus: “O Verbo divino se fez homem e veio morar connosco”. Ele quer estar contigo, comigo, connosco, na nossa casa, na nossa família, nos nossos corações; pois Ele quer ser o Deus-Connosco, o Emanuel, a iluminar os nossos caminhos, a fortalecer as nossas vontades, a aquecer os nossos corações no desenvolvimento da harmonia e da paz. Daí a proposta da Igreja: leiam a Palavra de Deus (a Bíblia), rezem com ela, inspirem-se nela. “Palavra Peregrina” pelas nossas ruas, porque peregrina em nós. Sejamos nós o verdadeiro “Andor da Palavra”; pois Ela ensina-nos a usar com sabedoria os bens terrenos e a buscar os valores do Céu.

A Visitação d’A Palavra Peregrina entusiasmou uns. Apanhou de surpresa outros. Interrogou também outros. E ainda deixou outros desconfiados, a par de outros, muitos, indiferentes. Os dois grandes painéis ficam na retina dos nossos olhos a memorizar tão inédito acontecimento

Se a Palavra de Deus nos chama e nos envia para alimentar este dinamismo, propomos:

  • Promover a “CANTINHO” da Bíblia nas nossas casas como espaço orante;
  • Participar na Escola Paroquial que vai começar a 8 de Janeiro de 2010;
  • Promover a prática regular da Leitura Orante da Palavra com os responsáveis e agentes da pastoral;
  • Promover Grupos de Famílias para rezar com a Palavra de Deus.

A Visitação da Palavra Peregrina nas nossas terras e comunidades assinale um passo em frente no apreço e amor ao Verbo que se fez Homem e veio habitar connosco como Farol a   orientar a nossa vida.

P. Batalha

DIA DA MEMÓRIA

Dezembro 17, 2009 Deixe um comentário

Em Pregança, o povo veio em grande número peregrinar com a Palavra. O Pe. Ricardo Ferreira, do Paço, esteve connosco em mais uma noite maravilhosa de manifestação de fé.

Amanhã, dia 18, a Palavra estará de novo em Ventosa. É o DIA DO CHAMAMENTO:

  • 15:00 – Encontro com a Palavra
  • 20:oo – Lucernário, Procissão de Velas e Missa, com o Pe. Joaquim Martins

DIA DA IGREJA

Dezembro 17, 2009 Deixe um comentário

Hoje foi o dia da comunidade de Ventosa peregrinar com a Palavra do Senhor. O Pe. Carlos Branco, ajudou-nos a reflectir e a meditar sobre a Igreja, vendo que Ela vive da Palavra.

É verdade! A Igreja vive da Palavra.

Porque nós somos cultura de Deus é o Espírito Santo que nos lavra, é a seiva dos céus que nos rega. A Palavra é o adubo que nos sustenta e nos faz crescer. Lendo a Bíblia com fé, encontramos  Deus que nos fala através dela e nos aponta o caminho da salvação; lança-nos no espírito da comunhão, faz-nos viver em comunidade, libertando-nos das amarras das divisões nas paróquias e entre paróquias, liberta-nos das divisões e separações da Igrejas.

Nós somos Igreja. E porque a Igreja vive da Palavra, nós só conseguimos viver plenamente se também vivermos da Palavra: lendo-A, escutando-A, venerando-A: a Palavra é Jesus e Jesus é a Palavra.

Amanhã, dia 17, é a vez de Pregança:

  • 17:00 – Encontro com a Palavra das crianças da Catequese
  • 20:00 – Lucernário, Proccissão das Velas e Missa com o Pe. João Sobreiro
  • 22:00 – Entrega da Palavra Peregrina a Ventosa