Início > Editorial > VIVER A PÁSCOA

VIVER A PÁSCOA

cb500Esta é uma Semana diferente.

Tendo S. Paulo como companheiro e mestre no Caminho da Luz Pascal, vamos também com ele proclamar a nossa fé em Jesus e reconhecer a dignidade de quem fala em purificar o coração,  fala de justiça, de misericórdia, de perdão, de fazer o bem sem esperar recompensa, senão saber que faz a vontade de Deus.

Nós, neste domingo, erguemos os nossos ramos com cânticos de júbilo, mas conscientes de que também temos de estar do lado de Jesus nos  momentos difíceis.

Abrimos esta Semana com a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e vamos concluí-la com o triunfo mais absoluto da vida: a Ressurreição !

Mas entretanto, pelo meio, há uma série de situações surpreendentes, tais como a acusação urdida contra Jesus no meio das festas, a traição dum seu amigo, a Ceia Pascal, o discurso da despedida, o mandamento do amor, a Eucaristia, a angústia e a solidão de Jesus, o abandono dos apóstolos, o escárnio, a zombaria, os tormentos, a morte, mas também a fidelidade, a confiança e doação total em Deus.

Nós queremos viver os mistérios da nossa fé: a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus, com um sentido renovado e mais intenso. Ele é a nossa Esperança.

Neste Domingo celebra-se também o Dia Mundial da Juventude e, por isso, o Santo Padre convida os jovens a juntar-se a ele, numa aclamação vibrante a Jesus Cristo, como as crianças e os jovens de Jerusalém. Ao recordarmos o que aconteceu aí, aumenta a luz da nossa fé e adensam-se os sentimentos de reconhecimento e gratidão para com Jesus, nosso Redentor.

Neste Domingo de Ramos acontece o verso e o reverso da vida de Jesus: o triunfo e a humilhação, a aclamação e a sentença de morte. Mas nós, hoje,  aclamamo-l’O, porque acreditamos que o seu caminho é o Caminho da Vida. “Tudo posso n’Aquele que me dá força“.

Na Quinta-Feira Santa, Jesus deixa-nos no pão e no vinho, o seu Corpo e o seu Sangue, o alimento da vida eterna; e convida-nos a viver cheios do seu mesmo Amor.

Na Sexta-Feira Santa, Jesus morre na cruz. Nós O contemplamos com toda a gratidão e afirmamos a nossa Fé n’Ele: da sua Cruz brotam a vida e a salvação para toda a humanidade.

No Sábado Santo, em silêncio velamos o sepulcro de Jesus, porque da sua morte há-de nascer a Vida para sempre.

A Vigília Pascal é a noite maior. A noite mais luminosa. O amor e a vida venceram o mal e  a morte. Jesus ressuscitou e nós somos chamados a ressuscitar com Ele.

Irmãos, como S. Paulo, também vos digo: “tende entre vós os mesmos sentimentos de Cristo…”, “Para mim viver é Cristo…”. S. Paulo é um exemplo de quem pôs toda a sua Esperança em Cristo. É n’Ele que está a Fonte da nossa Esperança, porque ninguém a viveu como Ele. Glória a Ele para sempre !

P. Batalha

—————————————————————————————-

12º Encontro da Escola Bíblica 2009 – S. Paulo e a Acção Social da Igreja


——————————————————————————-

Folha de Apoio à Biblia Peregrina de Casa em Casa:

Semana Santa>> semanasanta-biblia-de-casa-em-casa


Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s