Início > Liturgia > AS EXCLUSÕES E DIVISÕES SÃO O VOSSO PECADO

AS EXCLUSÕES E DIVISÕES SÃO O VOSSO PECADO

dom06_01A liturgia do 6º Domingo do Tempo Comum apresenta-nos um Deus cheio de amor, de bondade e de ternura, que convida todos os homens e todas as mulheres a integrar a comunidade dos filhos amados de Deus. Ele não exclui ninguém nem aceita que, em seu nome, se inventem sistemas de discriminação ou de marginalização dos irmãos.

A primeira leitura apresenta-nos a legislação que definia a forma de tratar com os leprosos. Impressiona como, a partir de uma imagem deturpada de Deus, os homens são capazes de inventar mecanismos de discriminação e de rejeição em nome de Deus.

O Evangelho diz-nos que, em Jesus, Deus desce ao encontro dos seus filhos vítimas da rejeição e da exclusão, compadece-Se da sua miséria, estende-lhes a mão com amor, liberta-os dos seus sofrimentos, convida-os a integrar a comunidade do “Reino”. Deus não pactua com a discriminação e denuncia como contrários aos seus projectos todos os mecanismos de opressão dos irmãos.

A segunda leitura convida os cristãos a terem como prioridade a glória de Deus e o serviço dos irmãos. O exemplo supremo deve ser o de Cristo, que viveu na obediência incondicional aos projectos do Pai e fez da sua vida um dom de amor, ao serviço da libertação dos homens.

Português

Espanhol

Inglês

PÕE AS TUAS MÃOS SOBRE MIM, Jesus,
tuas mãos humanas,
calejadas e trespassadas:
comunica-me a tua força e energia,
o teu anseio e a tua ternura,
a tua capacidade de serviço e de entrega.

PÕE AS TUAS MÃOS SOBRE MIM, Jesus,
e abre em meu ser e vida
sulcos claros e janelas certas
para o Espírito que vivifica:
liberta-me do medo e da tristeza,
da mediocridade e da preguiça.

PÕE AS TUAS MÃOS SOBRE MIM, Jesus,
que estão sujas e perdidas;
dá-lhes esse toque de graça que necesitam:
trespassa-as, mesmo se resistam,
até que saibam dar e gastar-se
e tornar-se reflexo claro das tuas.

DEIXA-SE PÔR AS MINHAS MÃOS NAS TUAS
e sentir que somos irmãos,
com feridas e chagas vivas
e com mãos livres,
fortes e ternas, que abraçam.

Ulibarri, Fl.

——————————————————————————–

Nota: Informação recolhida em Evangelho Quotidiano, Dehonianos, Paulinas, Benedictines de Catalunya, h2onewspt e Hermanoleón Clipart.

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s