Início > Um pouco de céu > OS DEMÓNIOS (Mc 1, 21-28)

OS DEMÓNIOS (Mc 1, 21-28)

demoniosDizem os evangelhos
que os demónios Te rejeitavam violentamente
e não queriam nem ver-Te aparecer.
.
«Que tens Tu a ver connosco, Jesus de Nazaré?».
.
Era a expressão da tua frontal oposição ao mal.
Mas depois de Ti  ensinam-nos a ver os maus espíritos de cima,
sem descer a esta terra de barro,
que é onde se amassam as obras diabólicas do mal.
.
Será que não vemos o verdadeiro demónio
nos sistemas e poderes da injustiça organizada?
E como não o vemos, não nos dói
nem nos indigna nem nos mobiliza.
.
E ficamos sentados,
aguardando falsamente o milagre,
entre o rom-rom das rezas
e a sonolência da espera.
.
Ah, Jesus, que mal entendemos o teu evangelho!
Escapamo-nos para as nuvens,
quando havia que descer conTigo à arena.
Fugimos da realidade para os demónios etéreos,
quando havia que baixar conTigo à terra.
.
Deturpamos a tua imagem e o teu ensinamento,
e fazemos o ridículo com tontos exorcismos
que provocam a meia-volta
dos que queriam lutar contra os verdadeiros demónios.
.
Abre-nos os olhos, Senhor,
abre-me os olhos,
e ensina-me a lutar contra o demónio real:
o pecado, a injustiça, a ruína dos pobres e a destruição da tua obra.
.
Patxi Loidi
Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s