Início > Editorial > Chamados

Chamados

O mundo é a terra onde todos nascemos. E logo que aparecemos se pergunta: que vai ser esta criança ? A que somos chamados ?

Jesus dá-nos a primeira resposta: Estou no meio de vós como aquele que serve… O Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a VIDA… Expressão clara disso é o seu gesto do lava-pés.

E nós?…somos chamados a servir em quê e como ?

S. Paulo até nos ensina como: Como num só corpo temos muitos membros, sem exercer todos a mesma função, do mesmo modo, embora muitos, somos um só Cristo, sendo todos membros uns dos outros. Socorrei os necessitados…

Para sermos verdadeiros cristãos, implica sermos fiéis a Cristo e, em Cristo, fiéis ao homem e à sua história. Implica uma atitude de serviço humilde.

Todos, na Igreja, somos chamados a  assumir um serviço. E a Igreja para cumprir a sua missão, conta com a diversidade de serviços. Por isso há serviços hierárquicos e outros serviços.

Cada cristão é chamado a assumir a vida e o compromisso cristão, na família, no trabalho, na sociedade, vivendo em comunhão de dons para a santificação de todos e do mundo. Pelo Baptismo e Confirmação o cristão incorpora-se a Cristo e torna-se membro da Igreja. Participa, na condição que lhe é própria, da função sacerdotal (santificar o mundo), profética (viver e anunciar o Evangelho), da função real (tornando presentes os valores cristãos nas estruturas da sociedade). O cristão é o homem de Igreja no coração do mundo e o homem do mundo no coração da Igreja.

Por isso, o cristão é chamado a transformar as realidades terrenas, mudando o mundo a partir de dentro. Pelo testemunho da sua vida, pela sua palavra oportuna, pelas suas atitudes faz acontecer o Reino de Deus, na família, na educação e nas comunicações sociais.

O cristão é chamado em todas as suas actividades a procurar e promover o Bem Comum na defesa da dignidade do homem e dos seus direitos, na protecção do mais fracos e necessitados, na construção da paz, da liberdade e da justiça, na criação de estruturas mais justas e fraternas.

Por isso, a Comunidade cristã que vive a comunhão, pela Fé, vê mais longe, pela Esperança, caminha e pelo Amor, transforma as relações humanas, a família e a educação. Para isso utiliza grupos sociais, as profissões, a ciência, as leis, a política e os meios de comunicação social.

Por conseguinte, o cristão é chamado a participar nos problemas e nos desafios e, com a sua inteligência, contribuir para o desenvolvimento do ensinamento social da Igreja. Os cristãos organizem-se entre si, para uma maior formação e capacitação, para uma actuação comum numa sociedade que se estrutura sempre mais.

Jesus pede trabalhadores. Como está o nosso esforço vocacional para conseguir ministros, agentes, fiéis empenhados na profissão, nos organismos intermédios? Jesus manda anunciar e curar.

Além da vocação dos cristãos leigos, outros cristãos são chamados a outras vocações de especial consagração: os padres, os religiosos e missionários…Existem na Igreja ao serviço de todo o Povo de Deus.

P. Batalha

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s