Início > Editorial > Mês do Coração

Mês do Coração

Este é o mês do Coração: Jesus e o Coração.

O nosso Deus, que nós conhecemos pela Bíblia, tem “um coração”.

Do “coração de Deus” fala-se muitas vezes na Bíblia: é um coração que se aflige (Gn. 6, 6), que se comove (Os. 11,8), que se alegra em fazer o bem (Jer. 32,41). Hoje somos chamados a contemplar este seu “coração”: “Vinde a mim todos os que andais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei!”.

É o coração de um bom pastor. Movido pelos sentimentos do “seu coração”, Ele age em favor do seu povo, cuida dele, protege-o… como faz um pastor. Porque a partir do momento em que “o Verbo de Deus se fez homem e habitou entre nós”, Deus começou a amar com coração de homem, um coração capaz de palpitar dum modo intenso, terno, apaixonado.

O Coração de Jesus experimentou realmente

  • sentimentos de alegria diante do esplendor da natureza, a candura das crianças, a vista de um jovem puro;
  • sentimentos de amizade para com os apóstolos e Lázaro;
  • sentimentos de compaixão para com os doentes, os pobres, as pessoas provadas pelo luto, a solidão, o pecado;
  • sentimentos de indignação contra os vendilhões do templo, os hipócritas e profanadores da inocência; sentimentos de angústia perante a perspectiva do sofrimento e o mistério da morte.

Ele faz-nos uma proposta:”Aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração”; ensinou-nos que Ele “não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos” (Mc10,45). Do seu Coração trespassado na Cruz brotou sangue e água para a salvação da humanidade.

É necessário entrar na Escola de Jesus e beber desta Fonte.

Levanta-te, tu que és cristão, que amas a Cristo, aproxima os teus lábios para beber a água viva das fontes do Salvador. Acorre a esta fonte de vida e de luz com toda a confiança. Saboreia e vê como o Senhor é bom.Conta-se que um pintor estava a pintar um quadro que representava aquele texto do Apocalipse que diz: “Olha que Eu estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, Eu entrarei na sua casa e cearei com ele e ele comigo” (Ap. 3,20). O filho mais novo do pintor observava atentamente. O pai estava a pintar Jesus a bater à porta. A casa estava às escuras. De repente, a criança pergunta: “Papá, porque é que não pões a porta a abrir-se por fora, para que Jesus não precise de bater e possa entrar quando quiser?” O pai, meio admirado meio comovido, respondeu-lhe: “Filho, as portas a que Jesus bate só se abrem por dentro”.

O Coração de Jesus vivifica toda a Igreja e atrai os homens que abrirem os seus corações “à riqueza insondável”deste único Coração.

Levanta-te e abre-Lhe a porta do teu coração.

P. Batalha

CONSAGRAÇÃO

Jesus Redentor, que no Coração aberto na cruz, nos manifestastes o vosso amor, nós, para correspondermos a esse amor, prometemos, como membros dos Apostolado da Oração, professar especial culto de amor e dedicação ao vosso Coração e à vossa obra redentora.

Prometemos oferecer todas as manhãs o nosso dia ao vosso Coração, dar testemunho da nossa fé,  e fazer da nossa vidaum acto de contínuo apostolado.

Pedimo-vos confiadamente a graça de permanecer sempre fiéis a este compromisso, para que vivendo unidos a Vós conquistemos o céu, onde reinais com o Pai e o Espírito Santo. Ámen.

.

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s