Início > Não classificado > FELIZES OS QUE ACREDITAM

FELIZES OS QUE ACREDITAM

A Páscoa é o Dia que o Senhor fez para nossa Salvação: “Exultemos e alegremo-nos nele”.

Esta é a feliz notícia e alegre novidade que percorre o mundo, partilhando a alegria e a Esperança.

A Páscoa, como festa dos baptizados, faz-me lembrar duas coisas:

1. Os pais, ao pedir o Baptismo dos filhos, comprometem-se a educá-los na Fé e a Igreja adverte-os dizendo “que aprenda convosco a amar o Senhor…”. A aprendizagem dos gestos, das atitudes, da vida é mais convincente para as crianças;

2. A Páscoa dos baptizados e esta aprendizagem advertem-nos para as celebrações da Primeira Comunhão ou Comunhão Solene que serão na Festa do Corpo de Deus, em 22 de Maio.

A Primeira Comunhão é um acontecimento importante, mas que faz da formação, da tal aprendizagem, um processo dinâmico e permanente.

A Primeira Comunhão é um momento forte do crescimento do cristão no seu compromisso com Cristo e com os irmãos.

Na caminhada, que é feita de muitos passos, nós vamos crescendo. A caminhada, que não é só nossa, mas de todos, vai-nos criando laços, vai-nos unindo.

Por isso, a catequese não se pode preocupar só com o “dia” da Primeira Comunhão, mas com a “vida” vivida em comunhão.

A Missa deste 2º Domingo da Páscoa, pelo livro dos Actos dos Apóstolos, faz-nos o retrato do estilo de vida a cultivar pelos cristãos, que implica quatro fidelidades:

1. Catequese: Fiéis ao ensino dos Apóstolos, os cristãos reuniam-se, contavam aos apóstolos os acontecimentos de cada dia e faziam-lhes perguntas. Então os apóstolos contavam: “Uma vez, Jesus…”. Assim as pessoas ficavam a conhecer cada vez melhor o Evangelho de Jesus.

2. Partilha de bens: Fiéis à partilha de bens, os cristãos não queriam que ninguém passasse fome, que a ninguém faltasse o necessário para viver. Por isso, os que tinham repartiam com os que não tinham; e assim ninguém passava necessidade. Foi um pouco parecido o que fizemos na Quaresma, partilhando com a Casa do Gaiato.

3. Fracção do Pão: Fiéis à fracção do Pão, os cristãos no primeiro dia da semana, o Dia do Senhor, celebravam a Eucaristia, a que chamavam “Fracção do Pão”. Ao tomarem Cristo Ressuscitado no Pão (comungavam), eles ganhavam força para viverem como Jesus.

4. Orações: Fiéis às orações, reuniam-se nas casas uns dos outros, algumas vezes para encontros de oração comunitária. Unidos num só coração e numa só alma, rezavam ao Pai e cantavam salmos, hinos e cânticos.

Felizes os que assim acreditam.

Por isso, os que se preparam para a Primeira Comunhão devem fazer esta aprendizagem.


P. Batalha

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s